Arquivos da categoria: Carlos, O Chacal

Carreira de sucesso. Édgar Ramirez filma ao lado de Robert De Niro

Édgar Ramirez interpreta Carlos

Édgar Ramirez interpreta Carlos

Nesta sexta (29) à 01h35 tem a última parte da história do terrorista mais procurado do século XX, CARLOS, O CHACAL.

O interprete de Carlos, Édgar Ramírez, começou a sua carreira de ator em 2003 na Colombia. Antes de atuar na produção franco-alemã, o galã já havia feito o papel de um assassino no longa “O Ultimato Bourne”. Édgar protagonizou o vilão Paz, que persegue James Bourne.

Recentemente o venezuelano estreou no filme norte-americano “Joy: O Nome do Sucesso”, Ramírez foi escolhido para atuar como Tony Miranne, ex-marido de Joy interpretada por Jennifer Lawrence. Bradley Cooper e Robert De Niro também compuseram o elenco do filme de David O. Russell.

Robert De Niro e Édgar embarcaram em mais uma produção juntos, o filme “Punhos de Aço” conta a vida e história do ex-boxista  Roberto Duran e seu treinador Ray Arcel.

 

Confira a sinopse de CARLOS, O CHACAL desta sexta (29) à 01h35.

 

Sexta / 01h35

Agora em diante, Carlos se tornou um mercenário e é contratado pelos países que mais dão dinheiro, incluindo primeiramente Iraque e Síria. Ele focou na missão de ficar atrás da grande Cortina de Ferro, se movimentando entre Budapeste e Leste de Berlim, sobre proteção do Stasi. Ele trabalha com remanescentes da Célula Revolucionária, em particular Jahannes Weinrich e sua mulher, Magdalena Kopp, a qual deixa o filho de Weinrich para Carlos.

Carlos fica agora em Budapeste sobre proteção da Síria e lá promove ligações com vários clientes interessados em suas capacidades, entre eles Nicolae Ceauses da Romênia e Líbia. Carlos está agora focado em uma intensa atividade focada na desestabilização geopolítica. Ele agora trafica armas, assim faz pilhas de dinheiro, que guia a vida do “Poderoso Chefeão do terrorismo Europeu”. Mas tudo isso logo acaba. Sua decadência está ligada com as mudanças da ordem do mundo. Com a queda do Muro de Berlin, em Novembro de 1989, ele perde grande parte do seu suporte, e é obrigado a deixar a Siria. Assim, sua área de tráfico cai bruscamente. O último lugar a oferecer abrigo é o Sudão. Carlos se aposenta, mas é perseguido por serviços secretos de vários países, por ter sido abandonado pelos seus aliados, desde os grandes centros políticos do mundo. Seu cargo de jogar com o mercado não tem mais sucesso. Ele é deixado de lado e observa as mudanças do mundo a distância. Com a ajuda do governo Sudanê e com doenças que o impede de  se movimentar, Carlos é capturado em 14 de Agosto de 1994. Assim, ele é trazido a Paris para julgamento de seus crimes.

 

HD onde disponível

Horário de Brasília

Postado em Carlos, O Chacal | Tagged , , , , , , , | Deixe um comentário

A realidade e a ficção. Protagonista da obra recebe carta do verdadeiro Chacal

Edgar Ramirez interpreta Carlos, o Chacal

Edgar Ramirez interpreta Carlos, o Chacal

 

Neste quinta (28) vai ao ar, à 01h10, mais um episódio de CARLOS, O CHACAL, que retrata a vida do famoso ativista pró-libertação da Palestina, que se tornou um dos terroristas mais procurados do mundo.

Na trama, quem dá vida ao ativista é o ator venezuelano Edgar Ramírez. E por carregar o papel com competência ele recebeu uma carta do verdadeiro Ilich Ramírez Sánchez, o real “Carlos, o Chacal”.

A carta foi enviada da prisão parisiense onde Carlos, na ocasião com 60 anos, cumpria usa pena prisão perpétua desde 1997. No manuscrito consta uma crítica à minissérie e uma dica do prisioneiro para o ator do elenco: “Não se venda a propaganda contrarrevolucionária, não deixe que a glória efêmera Hollywoodiana o seduza” dizia um trecho da correspondência divulgado à imprensa.

Na carta, “Carlos” criticou o roteiro do filme. Após algum tempo, o ator Edgar Ramírez anunciou que não responderia a carta, mas não especificou por quê. O conteúdo completo da correspondência segue desconhecido.

 

A peúltima parte da minissérie CARLOS: O CHACAL vai ao ar nesta quinta (28), à 01h10, na Band.  Confira a sinopse.

 

QUINTA / 01h10

Liderando um grupo de 6 milicianos – esquerdistas da Célula Revolucionária da Alemanha e milícias Palestinas, incluindo Anis Naccache – Carlos toma conta do prédio principal da OPEC, levando ministros e delegados acompanhantes com reféns. Ele está na sua maior popularidade na mídia. Contudo, ele e seu grupo não conseguem encontrar asilo na Argélia, Tunísia e Líbia, ainda não conseguem viajar para o Iraque, pois o avião que eles pediram, DC-9, não tem autonomia para voar tal distância. Finalmente, os ministros são soutos no aeroporto da Argélia na troca de um enorme resgate, assim ele falhou na missão que Haddad tinha proposto. Isso marcou o fim entre Carlos e Anis.

 

HD Onde disponível

Horário de Brasília

Postado em Carlos, O Chacal | Tagged , , , , | Deixe um comentário

O mais procurado do século XX. Um latino que aterrorizou o mundo com sua ideologia

Martha Higareda e Edgar Ramírez

Martha Higareda e Edgar Ramírez

 

A biografia de CARLOS, O CHACAL chega ao seu terceiro episódio. Nesta quarta(27), à 01h45, na tela da Band.

No século XXI, o terrorismo tomou proporções intensas. Nomes como Osama Bin Laden e grupos como EI e Al-Qaeda, se tornaram mundialmente conhecidos por suas atrocidades. Mas ações extremistas já aconteceram antes. Nos anos 70 e 80, um venezuelano assumiu o posto de homem mais procurado do mundo.

Este homem foi Ilich Ramírez Sánchez, que foi apelidado de Chacal, pois em uma revista em seu esconderijo, a polícia britânica encontrou o livro “O Dia do Chacal”, do inglês Frederick Forsyth. Já o nome Carlos veio na época em que ele lutava com a Frente Popular para Libertação da Palestina.

Pessoas próximas ao venezuelano o descreveram como “megalomaníaco” e “egocêntrico”. Na época dos seus atentados, muitos não conheciam o rosto de Carlos, o que fez dele uma figura misteriosa e amedrontadora.

 

Nesta quarta(27), à 01h45, confira o desenrolar da história de CARLOS, O CHACAL na tela da Band. Sinopse:

 

Quarta / 01h45

Carlos se juntou aos cabeças da PFLP, Wadie Haddad, no sul do Iêmen. Haddad introduziu a ele a uma missão. Fazer réfem o Ministro do Petróleo dos países da OPEC no quarto encontro de Vienna. Liderando um grupo de 6 milicianos – esquerdistas da Célula Revolucionária da Alemanha e milícias Palestinas, incluindo Anis Naccache – Carlos toma conta do prédio principal da OPEC, levando ministros e delegados acompanhantes com reféns.

 

HD onde disponível

Horário de Brasília

Postado em Carlos, O Chacal | Tagged , , , , | Deixe um comentário

O terrorismo no século XIX. Venezuelano virou o homem mais procurado do mundo

Edgar Ramírez, Ahmed Zaki Yamani e Badih Abou Chakra

Edgar Ramírez, Ahmed Zaki Yamani e Badih Abou Chakra

 

Nesta terça(26), às 02h00, confira mais um episodio da dramática história do terrorista mais procurado do século XIX, CARLOS, O CHACAL, na tela da Band.

O terrorista venezuelano, Ilich Ramirez Sánches foi condenado em 2013 à prisão perpétua pela França por ataques, que deixaram 11 mortos e 150 feridos. O julgamento final aconteceu 30 anos depois dos atentados.

O venezuelano cumpre detenção na França, desde que foi encontrado pela polícia francesa, em 1994, no Sudão. A primeira condenação de Carlos foi em 1997, pelo assassinado de três homens na cidade de Paris.

Apesar de ter se envolvido com tráfico de armas, Ilich se considera um comunista revolucionário profissional e mercenário. O terrorista foi o homem mais procurado por serviços secretos de todo o mundo durante décadas.

 

Confira a sinopse da minissérie CARLOS, O CHACAL, nesta terça(26), às 02h00 na tela da Band.

 

Terça / 02h00

 

Quando André foi preso, agentes franceses do Serviço Doméstico de Inteligência, SDI, queria saber sobre Ilich, o qual tinha adotado como nome de guerra, Carlos. Para escapar, Carlos atirou em três policiais.

 

 

HD onde disponível

Horário de Brasília

Postado em Carlos, O Chacal | Tagged , , | Deixe um comentário

Baseado em fatos reais. A história e um terrorista mundialmente procurado

Carlos, o Chacal foi um dos terroristas mais temidos e procurados em todo o mundo

Carlos, o Chacal foi um dos terroristas mais temidos e procurados em todo o mundo

Nesta segunda(25) à 00h55, a Band inicia a exibição, em 5 capítulos, da história de CARLOS, O CHACAL.

Trazendo a tela um lado real da década de 70, a atração conta a história de Ilich Ramírez Sánchez, conhecido como Carlos, o Chacal, um ativista pró-libertação da Palestina que se tornou um dos terroristas mais procurados do mundo.

Em 1975, o protagonista sequestrou 11 ministros de países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), que estavam na cidade de Viena, na Áustria.

A produção franco-alemã foca no personagem a partir do ano de 1973 e acompanha a sua história por duas décadas. Um dos pontos altos é a representação do sequestro que ele liderou e que o tornou famoso.

Na pele do terrorista mundialmente procurado está o ator venezuelano Édgar Ramírez. A produção, elogiada pelos críticos, foi indicada a dois prêmios no Globo de Ouro, melhor ator e melhor minissérie ou filme feito para televisão. A produção ganhou na segunda categoria.

 

Confira a sinopse da minissérie CARLOS, O CHACAL que a Band começa a exibir nesta segunda(25) à 00h55.

 

Segunda / 00h55

CARLOS: O CHACAL

(Carlos)

Biografia/Crime/Drama, França e Alemanha, 143’, 16 anos. Direção: Olivier Assayas. Elenco: Édgar Ramírez, Alexander Scheer, Fadi Abi Samra, Lamia Ahmed, Karam Ghossein, Liane Sellerer, Philippe Tran.

Em 1973, o revolucionário venezuelano Ilich Ramírez Sánchez adota o nome de Carlos e começa a ganhar notoriedade por ser responsável por uma série de ataques em Londres. Em Paris, A Frente Popular para a Libertação da Palestina o coloca no comando da sua filial europeia, onde passa a realizar diversas missões. Depois de preso e uma fuga arriscada, Carlos se junta ao chefe da FPLP, no sul do Iêmen, que o encarrega de tomar como reféns os ministros do petróleo dos países da OPEP na sua próxima conferência em Viena, em um dos atos terroristas mais espetaculares da história. A missão não ocorre como planejada e obriga Carlos a se tornar um mercenário de aluguel. Ele muda suas operações para trás da Cortina de Ferro, atuando entre Budapeste e Berlim Oriental. Mais tarde, Carlos consegue asilo no Sudão, se converte ao islamismo, mas é detido pelo guia islâmico do Sudão, Hassan Al Tourabi. Depois de uma vida de crimes e, sucumbindo a uma doença testicular, Carlos enxerga o início de sua queda como “padrinho do terrorismo europeu” nas mudanças políticas globais, como a queda do Muro de Berlim, em novembro de 1989. De volta a Paris, o famoso terrorista será julgado por crimes que não foram esquecidos na França.

 

HD onde disponível

Horário de Brasília

Postado em Carlos, O Chacal | Tagged , , , | Deixe um comentário