http://blogs.band.com.br/marcondesbrito

Sidebar
21
DE abril
DE 2015

A diferença entre o Neymar do Barça e o Neymar da seleção brasileira

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

21
DE abril
DE 2015
1

Comentário

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

FullSizeRender (2)
O craque brasileiro Neymar está cada dia mais adaptado no Barcelona e no futebol europeu. Hoje, diante do PSG, o seu adversário predileto, ele foi o dono do jogo e marcou os 2 gols da vitória do time catalão.
Neymar do Barcelona é completamente diferente de Neymar da seleção brasileira. No Barcelona ele se conforma com a condição de coadjuvante de luxo e só brilha no momento certo (ou quando o argentino Messi está apagado, como aconteceu nesta terça feira).
Na selecão ele quer resolver tudo sozinho. E isso nem sempre é possível. Talvez Neymar ainda precise amadurecer um pouco mais para ser um jogador completo, seja na seleção ou no Barcelona. O importante é continuar jogando em alto nivel numa competição disputadissima como esta.
E, a propósito da Champions, nos dois jogos semifinais de hoje, um detalhe não pôde passar despercebido. No jogo de Barcelona só havia 3 jogadores espanhois entre os 22 titulare. Enquanto no outro jogo, entre Bayern x Porto, em Munique, havia 5 espanhóis em campo
É o mundo do futebol que não tem mais fronteiras para estrangeiros

19
DE abril
DE 2015

Quem ganha fortunas é Pato e Luis Fabiano, mas quem é craque é Geuvânio

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

19
DE abril
DE 2015
21

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

O gol mais bonito da semifinal Paulista foi do garoto Geuvânio, na bela vitória do Santos sobre o São Pailo (2×1). Recebeu a bola em seu próprio campo, avançou e fuzilou o goleiro Rogério Ceni. Um golaço de craque. E pensar que, do outro lado, Luis Fabiano e Alexandre Pato, juntos, ganham muito mais de R$ 1 milhão por mês…

EM TEMPO > Enquete nova no blog aqui do lado: quem leva o Paulistão 2015?

07
DE abril
DE 2015

Jardel, o craque que virou deputado e agora está ameaçado de morte

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

07
DE abril
DE 2015
3

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Deu na Veja Online
alx_esporte-20150407-33-1_original
O ex-atacante Mário Jardel, eleito deputado estadual pelo PSD-RS com 41.227 votos, está afastado do cargo e incomunicável. O ídolo do Grêmio demitiu quase todos os seus subordinados na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul na última semana e tirou licença médica de dez dias. Segundo informações da imprensa gaúcha, ele estaria sofrendo de depressão após ter sido ameaçado de morte por ex-funcionários.
Segundo o novo chefe de gabinete de Jardel, Cristian Lima, as exonerações aconteceram por causa das constantes ameaças sofridas pelo deputado. “Seria morto se não concordasse em assinar diárias, votações e outras coisas mais. Ele foi ameaçado de morte por um dos funcionários que estavam lotado no seu gabinete. Ou ele fazia o que eles queriam ou eles arrebentariam com a vida dele, principalmente a vida pessoal”, revelou Cristian Lima à Rádio Gaúcha. O ex-chefe de gabinete, Sérgio Bastos Filho, negou as denúncias e disse que mantinha uma relação “normal” com o deputado.
Apenas quatro dos 21 servidores foram mantidos nos cargos e outros dois foram contratados Ao jornalZero Hora, o novo chefe de gabinete afirmou que Jardel está em viagem pelo Brasil com a esposa, provavelmente no Ceará, seu estado natal, e não pretende deixar o país, como chegou a ser cogitado. O atestado médico que cita “depressão leve” é válido de 1º de abril até o dia 9. Depois disso, é esperado que o ex-jogador se reapresente na Assembleia.
Nesta segunda-feira, o ex-goleiro Danrlei, deputado federal e vice-presidente do PSD, o partido de Jardel, comunicou em nota oficial o rompimento de relações com o ex-colega, com quem conquistou a Libertadores de 1995, entre outros títulos, pelo Grêmio. Apesar de ter sido um dos principais apoiadores de Jardel nas eleições de 2014, Danrlei afirmou que não querer proximidade “com quem conduz seu mandato e sua vida da maneira como Jardel demonstrou que vai conduzir”.
Jardel, de 41 anos, atuou por mais de 20 clubes, com destaque para suas passagens por Vasco, Grêmio, Porto e Galatasaray. Ele também defendeu a seleção brasileira e se aposentou em 2011 após vários problemas com álcool e cocaína.

06
DE abril
DE 2015

Muricy caiu mesmo no dia 25 de março, quando foi esmagado pelo Palmeiras

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

06
DE abril
DE 2015
14

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Muricy Ramalho não caiu hoje, caiu no dia 25 de março, quando o São Paulo levou aquela hqdefaultsurra do Palmeiras. Para quem mora em São Paulo, essa data nos remete instantaneamente ao comércio de produtos chineses, a rua 25 de março, tão frequentada e tão popular na capital paulista.
Mas o 25 de março comemora, na verdade,o Dia internacional da Solidariedade da Pessoa Desaparecida. Foi naquele dia que Muricy Ramalho desapareceu. A derrota para o Botafogo de Ribeirão Preto foi apenas a gota dágua. Muricy disse depois do jogo que estava de saco cheio e com a saúde arrebentada.
Há muito ele já havia perdido o controle do vestiário. Ontem ele perdeu o respeito da diretoria. Carlos Miguel Aidar deu a entender que Muricy saiu em comum acordo, mas isso foi apenas um jogo de cena.
O São Paulo agora tem a obrigação de encontrar um substituto de peso. Tem alguns nomes disponiveis ai na praça, como Mano Menezes, Dorival Jr, mas talvez o problema nem esteja no banco de reservas.
O elenco do São Paulo é que náo está a altura da sua grandeza.

29
DE março
DE 2015

Brasil ganha do Chile mesmo sem merecer. Confira as atuações

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

29
DE março
DE 2015
6

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

JEFFERSON - O goleiro do Botafogo está tão confiante que nem parece um jogador da Série B – 8

DANILO - Joga defensivamente, guarda a posição, como Dunga gosta. Mas deu bela assistência para o gol de Firmino – 7

THIAGO SILVA - Seguro, como sempre – 7

MIRANDA - Errou algumas saída de bola, mas está jogando o suficiente para não sair mais do time – 8

MARCELO - Irritou Dunga em alguns momentos pela displicência. Precisa recuperar o prestígio com o técnico – 5

SOUZA - Joga com a cabeça erguida. Não comprometeu – 6

FERNANDINHO - Teve trabalho demais com o ataque chileno. É um volante eficiente – 7

DOUGLAS COSTA - Inibido, tentou algumas jogadas, mas não foi bem. Mereceu sair – 5

PHILLIPE COUTINHO - Atuação apagada – 4

NEYMAR - Super marcado, tentou resolver tudo sozinho. Esteve abaixo do que pode jogar – 5

LUIZ ADRIANO - Fraco. Não merece ir para a Copa América – 4

ELIAS - Com a sua entrada, o Brasil reteve a posse de bola no meio de campo – 6

WILLIAM - É o jogador mais habilidoso do meio de campo. Sem ele o time simplesmente não andou no primeiro tempo – 7

FIRMINO - Categoria e frieza pra driblar o ótimo goleiro Bravo e fazer o gol da vitória 7

ROBINHO - Como é o carrasco do Chile, a sua simples presença em campo assustou o adversário. Foi bem – 7

DUNGA – Oitava vitória seguida, aproxima-se do recorde de João Saldanha (12). Mas demorou para mexer no time e sabe que, neste jogo de hoje, o time nem mereceu ganhar. No máximo, um empate – 6

REPERCUSSÃO NO CHILEimage

18
DE março
DE 2015

Sinal de alerta: alguma coisa está acontecendo com Neymar

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

18
DE março
DE 2015
14

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

image
O Barcelona deu uma aula de futebol esta tarde no Camp Nou. Poderia ter liquidado o Manchester City no primeiro tempo, criou um monte de chances, mas saiu de campo com uma vitória magra por apenas 1×0 que lhe garantiu vaga nas quartas-de-final da Champions.
E se foi uma aula de futebol, não é surpresa que Lionel Messi tenha sido o professor. Como jogou o argentino.
Neymar não jogou mal, mas não foi o mesmo jogador do início da temporada. O brasileiro começou o ano voando, mas ultimamente vem irritando a torcida do Barça pelo individualismo e falta de objetividade pra finalizar. Hoje ele perdeu três ou quatro chances que normalmente não perderia.
Dentro do Barcelona há uma certa inquietação com o baixo rendimento de Neymar. Talvez haja um excesso de aparições na mídia. Duas semanas atrás ele pediu uma folga e voou para o Brasil e brilhou nas colunas sociais.
Este pode ser o problema. Os grandes craques só conseguem se manter no topo quando estão focados somente no futebol e resistem às tentações do mundo fashion.
Ronaldo, Adriano, Ronaldinho, todos esses caras deveriam servir de lição para Neymar.

08
DE março
DE 2015

Média de público mostra o abismo que existe entre o Rio e São Paulo

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

08
DE março
DE 2015
19

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Deu no Estadão (Por Almir Leite e Silvio Barsetti)

Já virou rotina. Entra ano, sai ano, o Campeonato Paulista é recebido com má vontade. Critica-se a forma de disputa, que sempre tem grupos desequilibrados; o excesso de times (20) e, por consequência, de jogos; e o baixo nível técnico, entre outros fatores. No entanto, o torcedor parece estar curtindo o torneio de 2015. Nas sete primeiras rodadas, a média de público é 22% maior do que a do torneio de 2014. São 6.920 pagantes por partida, ante 5.675 do ano passado.
É claro que os clubes grandes salvam a pátria, num campeonato que vez ou outra registra público inferior a mil pessoas. Juntos, os quatro têm média de 15.096 torcedores por jogo. Mas quem tem contribuído mesmo para este sucesso de público são Palmeiras eCorinthians. Quando um deles joga em casa é garantia de estádio cheio.
Dois fatores explicam a média de 21.626 pagantes por jogo de Corinthians e de 20.856 de Palmeiras (o confronto contra o Bragantino não está incluído): o fato de ambos estarem atuando em suas novas arenas e de terem programas de sócio-torcedor bastante eficientes. “Levar bom público ao estádio depende do rendimento do time, mas a associação das novas arenas com o sócio-torcedor tem grande influência (para o sucesso de público)”’, diz o consultor Amir Somoggi.
O gerente de operações da Arena Corinthians, Lúcio Blanco destaca que o aperfeiçoamento do processo de venda de ingressos contribuiu para o aumento de público – em casa, o time tem média de 27.361 pagantes/jogo neste Paulistão. “Sem dúvida a arena é um atrativo, mas a cada ano a gente vai ajustando o processo e apresentando de forma clara a política de preços.”
Neste início de 2015 uma novidade atraiu os fãs, sobretudo os do programa Fiel Torcedor: um pacote com os oito jogos do time em Itaquera na primeira fase do Paulista, além do amistoso contra o Casuals e do jogo com o Once Caldas na pré-Libertadores. “E teve plano em que o desconto para o comprador foi de 70%. No plano de R$ 50, o desconto chegou a 50%”’, afirma Blanco. “Com isso, garantimos público no estádio e receita.”
EM ALTA
O Palmeiras está nadando de braçada com a junção do Allianz Parque com o programa Avanti. Os números atestam: no Paulista de 2014, sem a arena e com time fraco, obteve média de 14.490 torcedores. Este ano, em cinco jogos na nova casa atingiu 25.624.
Com estádio supermoderno, confortável e o programa de sócio-torcedor que mais cresce no momento – o líder é o Internacional, com 130.205 sócios: na sexta-feira à noite o Alviverde atingiu 99.298 sócios, contra 83.356 do terceiro colocado, o Corinthians –, o clube só faz comemorar. “O torcedor Avanti chega a ser o segundo patrocinador master do Palmeiras”, já chegou a dizer o presidente Paulo Nobre.
Ele tem razão. As cinco primeiras partidas feitas na arena deram ao clube, líquidos, R$ 6.058.478,18 – a renda do jogo com o Audax, que era mandante, foi dividida. “Quando a gente compara a boa presença de público com o faturamento é ainda mais significativo”, analisa Amir.
Assim como o Corinthians, o Palmeiras sempre vende o “grosso” dos ingressos de seus jogos antecipadamente, para membros do Avanti – tem seis planos diferentes, com preços que variam de R$ 9.99 a R$ 599,99. Ou seja: a diretoria já sabe que terá bom lucro muito antes de o time ir a campo.
Na outra ponta, o São Paulo tem decepcionado. Até agora, com problemas na venda de ingressos, obteve média de 8.706. E o Santos (9.198) só atraiu boa torcida ao jogar no Pacaembu. Mas a tendência é que o Paulistão siga apresentando bom público. Com os grandes em campo.
COMPARE OS NÚMEROS: SÃO PAULO X RIO DE JANEIRO6bb3999e975aa8a177d76b8cb53dadf7A Federação de Futebol do Rio (Ferj) tem destacado em publicações no seu site oficial o aumento de público no Carioca de 2015. A cada rodada, a comparação com os números da edição anterior leva seus dirigentes a exaltar a competição. Insistem em dizer que o modelo atual, com 16 clubes, é viável. Não atentam, porém, para o ponto que mais desperta o interesse dos grandes clubes – o prejuízo com as bilheterias.
O Vasco, por exemplo, sofreu com números negativos em seus cinco jogos iniciais do campeonato – com Cabofriense, Madureira, Tigres, Macaé e Barra Mansa. O prejuízo nessas partidas chegou a R$ 127 mil. Quando veio o clássico na sexta rodada com oFluminense, no Engenhão, a receita do clube de São Januário foi de apenas R$ 16 mil.
A situação do Fluminense é muito parecida. Logo em sua estreia no Carioca o clube das Laranjeiras deixou a cidade de Volta Redonda, onde jogou com o Friburguense, com déficit de R$ 47 mil. E na partida contra o Vasco, recebeu apenas R$ 5,5 mil. O cenário no Botafogo não é muito diferente. Somente os jogos do Flamengo, com mais público, deixam algum dinheiro em caixa. Mas os valores são inexpressivos para o custo do futebol rubro-negro.
Na partida contra a Cabofriense, na terceira rodada, no Maracanã, o Flamengo ficou com R$ 10.495,98.
Embora razoável, a média de público de 2015 não ganhou impulso significativo com a categoria de sócio-torcedor de Fla, Flu, Vasco e Botafogo. Os quatro juntos têm praticamente o mesmo número de adesões que o Palmeiras – em torno de 100 mil.
Não fossem as cotas de TV e os clubes não teriam como disputar o Carioca. Cada um dos quatro grandes recebe por jogo R$ 311 mil da detentora dos direitos de transmissão.
“O Flamengo não pode ficar à mercê do excesso de taxas cobradas por jogo. Isso é totalmente desproposital”, disse o presidente Eduardo Bandeira de Mello.
O borderô dos jogos não deixa dúvidas de que o campeonato não é rentável. São realmente muitas taxas e encargos. Um deles salta aos olhos: a Ferj recolhe cerca de 10% de toda renda bruta. No jogo de maior público do Carioca – Botafogo x Fla, com 44 mil pagantes –, federação e os dois clubes praticamente ficaram com a mesma cota – R$ 259 mil para o Alvinegro, R$ 246 mil para o Fla e R$ 209 mil para a entidade.

05
DE março
DE 2015

Uma ‘nova’ seleção com as mesmas figurinhas carimbadas de sempre

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

05
DE março
DE 2015
6

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

h5ZCa_d7bc769daf3727ea549afe90069c3223Nenhuma novidade na lista de jogadores convocados para os amistosos da seleção contra França, dia 26, em Paris, e Chile, dia 29, em Londres. Havia a expectativa para saber se o treinador voltaria a chamar atletas que trocaram clubes brasileiros por equipes de centros menos tradicionais, como China, Estados Unidos e Emirados Árabes. E o único a se salvar foi o atacante Diego Tardelli. Everton Ribeiro , Ricardo Goulart e Kaká haviam sido lembrados em listas recentes, mas foram preteridos desta vez.
Quando digo que não houve novidade é porque não considero Marcelo e Robinho como sendo algo de novo da seleção brasileira.
Marcelo é o melhor lateral-esquerdo do Brasil, desde que Roberto Carlos parou. Se não foi chamado antes foi por algum capricho de Dunga. E Robinho é um veterano que já nem deveria estar mais ali. Há poucos dias ele confessou que deu graças a Deus por não ter sido chamado para a Copa. Por muito menos Dunga já andou castigando outros jogadores.
Mas, cá entre nós, Robinho é melhor do que Luiz Adriano, aquele centroavante do Shakhtar Donets que fez 4 gols no modesto Bate Borisov e que não soube aproveitar as duas chances que teve com Dunga. O técnico descobriu rapidamente que ele não é jogador de seleção.

23
DE fevereiro
DE 2015

Na Libertadores, os ‘cucurachos’ perderam o respeito pelos brasileiros

postado por Marcondes Brito em Sem categoria

23
DE fevereiro
DE 2015
38

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

30da6c3a5e1248ad94eb21f73737d225A Copa Libertadores da América, que tem a sua segunda rodada neste meio de semana, é uma espécie de prova de fogo para os clubes brasileiros. O país que paga melhor aos seus jogadores, que compra toda promessa de craque que surge nos paises vizinhos, não começou bem nesta edição de 2015.
Até agora, somente o Corinthians ganhou. O Internacional e o Atlético-MG foram derrotados. E o Cruzeiro faz a sua estréia nesta quarta-feira. Alias, numa enquete feita pelo blog (aqui do lado), a expectativa dos torcedores já apontava uma tendência. O blog quer saber qual o time brasileiro que fará melhor campanha este ano. O resultado até o momento mostra que 37% apostam no Corinthians, 17% no São Paulo, o mesmo percentual daqueles torcedores mais pessimistas que estão antevendo o fracasso total dos nossos representantes, como aconteceu em 2014.
Há uma grande expectativa para a estréia do Cruzeiro contra o Universitário Sucre. Mas o time mineiro não é mais nem a sombra daquele que ganhou com folgas os dois últimos campeonatos nacionais. O Cruzeiro passou por um completo desmanche e o seu futuro é uma incógnita.
Evidentemente que ainda é muito cedo para fazer prognósticos, mas – depois do desastre que aconteceu na Copa do Mundo – existe no ar um certo sentimento de desprezo aos nossos clubes, aos nossos jogadores.
Nem os nossos vizinhos ‘cucurachos’ nos respeitam mais.

Criação de Sites e Comunicação Digital: Agência Qualitare