http://blogs.band.com.br/marcondesbrito

Sidebar
24
DE maio
DE 2012

Ganhar de time argentino é bom até no cara ou coroa

postado por Marcondes Brito em Futebol

24
DE maio
DE 2012
104

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

O Santos não esperava tanta dificuldade para superar o Velez. Esta semana ouvi o técnico Muricy Ramalho dar uma entrevista falando como se a fatura já estivesse liquidada: “O Velez perdeu a chance de nos matar em Buenos aires. Agora nós vamos mostrar o nosso jogo”, comentou.

E o Velez, mais uma vez, não deixou o Santos jogar. Exerceu forte marcação sobre Neymar e deixou comprovado que, sem o camisa 11, há poucas alternativas ofensivas na equipe de Muricy, ainda mais com Paulo Henrique Ganso jogando à meia-boca.

Tirando a chance perdida por Alan Kardec, o Santos quase não consegiu criar chances. E esse zagueirão Sebá, que era um vacilão quando defendia o Corinthians, parece que aprendeu a jogar. Ganhou todas na grande área. Um paredão.

Só nos penaltis o time brasileiro conseguiu derrubar o ferrolho argentino. E até Elano (lembra dele na Copa América?) bateu bem  e converteu. É muito bom ganhar de time argentino, seja nos pênaltis, no cara ou coroa ou até na porrinha.

Mais duas coisas precisam ser ditas sobre este duelo das quartas-de-final:

1)    – O Velez estudou bem o time do Santos e mostrou como é possível para-lo, mesmo com 1 jogador a menos.

2)    – O time do Santos vai precisar jogar bem mais do que isso para passar pelo Corinthians. Vai ser uma guerra esta semifinal brasileira.

Para o jornal argentino Olé, o Velez fez um partidaço, jogou mais de 50 minutos com 10, mas caiu nos penaltis

SIGA O BLOG NO TWITTER E CONCORRA A ESTE TABLET >>>>

24
DE maio
DE 2012

Pato x Ganso, quem dá mais prejuizo aos planos de saúde?

postado por Marcondes Brito em Futebol

24
DE maio
DE 2012
6

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Dois jovens jogadores, dois craques de muito futuro, ambos com idade olímpica e relacionados por Mano Menezes para tentar conquistar uma medalha de ouro para o Brasil, Alexandre Pato e Paulo Henrique Ganso são os chamados “jogadores de vidro”. Não conseguem manter uma frequência de jogos por causa de seguidas lesoes que podem atrapalhar suas carreiras.

Pato sofreu recentemente a sua 14ª contusão desde 2010. Nesse período, ficou fora dos treinamentos durante 390 dias (55% dos dias desde sua primeira lesão nesse período – em 5 de janeiro de 2010), em um total de 45 partidas oficiais. O Milan já recorreu aos melhores especialistas da Europa e dos Estados Unidos para tentar curá-lo. Nada parece funcionar.

Ganso, que hoje entra em campo para enfrentar o Velez, pela Libertadores, submete-se amanhã a mais uma cirurgia do joelho. Logo agora que estava começando a jogar bem com a camisa 10 do Santos. A sua primeira cirurgia foi em 2007, quando ainda era dos juniores, Depois, em 2010, num jogo contra o Santos, rompeu os ligamentos. Na final do Paulista do ano passado, uma grave lesão na coxa afastou-o do time por 45 dias. Pela seleção, no ano passado, outra lesão na coxa, no amistoso contra Gana. Agora vai “pra faca”novamente.

Por tudo isso, Alexandre Pato e PHGanso começam a cair de cotação no mercado internacional. São atletas que, se fossem cidadãos comuns, dariam enormes prejuizos aos planos de saúde. Ninguém, em sã consciência, é capaz de dizer que eles estarão em campo nas Olimpíadas de Londres, tampouco na Copa-14.

SIGA O BLOG NO TWITTER E CONCORRA A ESTE TABLET >>>>

24
DE maio
DE 2012

O sonho do Corinthians está logo ali. Mas só tem pedreira pela frente

postado por Marcondes Brito em Futebol

24
DE maio
DE 2012
59

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Uma vitória com todos os ingredientes que só o Corinthians pode produzir:
1- Placar apertado, o tradicional 1×0 com o qual a torcida já está acostumada.
2- Jogo truncado, catimbado, muitas chances criadas e perdidas.
3-  Gol marcado no último minuto, numa cabeçada certeira e fulminante de Paulinho.
4- Frio na barriga com a chance (praticamente a única) desperdiçada pelo Vasco, em ótima defesa de Cássio.
5- Frenética comemoração aos gritos de “Salve o Corinthians!!”, na saida de um Pacaembu lotado, acalentando o sonho da Libertadores.

Quer mais? Teve a expulsão de Tite, um técnico cada vez mais identificado com o clube e com a torcida. Ele, que condena aquelas pessoas que “falam muito”, reclamou demais da arbitragem e levou o cartão vermelho. E foi comandar o time da arquibancada, junto com o bando de loucos. Deu certo.
Enfim, foi uma vitória histórica para o Corinthians que chega pela segunda vez à semifinal da Libertadores, sabendo que – no caminho até o pódio – só tem pedreira  pela frente. Pode ser Santos ou LaU na semifinal, e pode ser o indigesto Boca Juniors numa possivel final.
Esse Boca maduro, tradicional e runhento que calou o Engenhão e despachou o Fluminense. Nada demais para um time que já eliminou 13 brasileiros em torneios sul-americanos. Anote ai: Cruzeiro (77, 92 e 08), Atlético Mineiro (93), Corinthians (91), Flamengo (91), São Paulo (93  e 06), Palmeiras (00 e 01), Vasco (01), Payssandu (03), Santos (03), Sao Caetano (04), Inter (04 e 05), Gremio (07), Fluminense (12).
Pelamordedeus, virem essa boca pra lá.

UMA FINAL PAULISTA PARA ESPANTAR A CRISE?
E a Copa do Brasil pode servir para espantar a crise de Palmeiras ou São Paulo. Ontem os dois passaram às semifinais e diminuíram a temperatura nos seus vestiários.
O Palmeiras precisava só empatar com o Atlético-PR, mas, mesmo sem muito brilho, ganhou por 2×0. E o São Paulo arrancou um heróico empate com o Goiás. Heróico também foi o desabafo do capitão Luis Fabiano, que proclamou após o jogo:
“Inventam briga de Leão com a diretoria, são coisas que falam de fora. Aqui dentro está normal. É coisa do futebol. Querem instalar crise que não existe”.
Tá bom, vamos acreditar nesta fábula. E torcer por uma final paulista na Copa do Brasil. Mas antes é preciso combinar com Coritiba e Grêmio.


SIGA O BLOG NO TWITTER E CONCORRA A ESTE TABLET >>>>

Criação de Sites e Comunicação Digital: Agência Qualitare