http://blogs.band.com.br/marcondesbrito

Sidebar
03
DE maio
DE 2012

Mesmo com bom empate, Corinthians se irrita com o “apito inimigo”

postado por Marcondes Brito em Futebol

03
DE maio
DE 2012
137

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Muitas vezes acusado pelos adversários de contar em seus jogos com o “apito amigo” , o Corinthians conheceu ontem, em Guayaquil, o outro lado da moeda: o “apito inimigo”. O empate em 0x0 contra o Emelec foi um ótimo resultado, mas, a julgar pelas declarações do presidente Mário Gobbi, o clube voltou muito revoltado do Equador.

“Isso é uma vergonha, varzeano. Só um incompetente para fazer isso que fez hoje. O Corinthians tem um time que custa milhões para disputar um varzeano. O Brasileiro é muito maior que a Libertadores. O Paulistão é muito maior do que a Libertadores. O Corinthians não vai ser mais roubado como foi”, disse, descontrolado.

Menos, presidente, menos. O colombiano José Buitrago parecia mesmo intimidado, como todos os árbitros que trabalham na Libertadores. Digamos que ele foi um “juiz caseiro”. No jogo da volta, o Corfinthians terá certamente este mesmo benefício. É normal.

Mas o resultado foi extraordinário para o time brasileiro. Melhor ainda foi descobrir que o inexperiente Cássio – responsável por esse 0x0 – tem toda pinta de ser um goleiraço. Estava esquentando o banco para Júlio César e, mesmo entrando numa fogueira, mostrou que tem muita lenha pra queimar.

Jornal de Guayaquil escreveu sobre o empate: ”Emelec não pode quebrar o bloqueio do goleiro Cássio e teve de resignar-se a igualar em 0x0 o jogo de ida das oitava-de-final Libertadores”.

PONTE PRETA 1×0 JUVENAL

Na Copa do Brasil, vamos combinar o seguinte: quem perdeu ontem para a Ponte Preta não foi o São Paulo, foi o presidente Juvenal Juvêncio. Ele desmoralizou todo o elenco e também o técnico Emerson Leão ao mandar tirar da concentração o zagueiro Paulo Miranda.

“Não culpo o presidente porque ele é soberano”, disse o conformado e obediente Leão, que há muito tempo perdeu a autoridade no Morumbi.

Os jogadores também sentiram o golpe. Agora eles não sabem mais a quem devem subordinação. O São Paulo virou uma espécie de Venezuela: tem um tirano no comando e um monte de insatisfeitos vivendo sob as suas ordens.

> SIGA O BLOG NO TWITTER E CONCORRA A 5 RELÓGIOS ESTILIZADOS DA BAND

Criação de Sites e Comunicação Digital: Agência Qualitare