http://blogs.band.com.br/marcondesbrito

Sidebar
20
DE outubro
DE 2014

Fala, professor: treinadores analisam a rodada do fim de semana do Brasileirão

postado por Marcondes Brito em Futebol

20
DE outubro
DE 2014
36

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

“Sim, dá para pensar nos títulos. Inclusive o da Série A do Brasileiro. Disse há dias que é muito simples desestabilizar um time no Brasil. Uma ou duas partidasac16d397a242ab6eed5ee33ef43d96c2 na qual ocorram alguma coisa nestes jogos e o campeonato se transforma. Já cansamos de ver isso. Para resumir: existe uma lógica no futebol e a lógicva está do lado do Cruzeiro, que é o time mais organizado do campeonato até este momento. Mas ele pode se desorganizar. Aí pode acontecer o imprevisto. Acredito nesse grupo e tem boas reservadas daqui para a frente”, Levi Culpi (Atlético-MG).

“Não podemos permitir que aconteça mais nada no Botafogo. Tive uma conversa com os atletas e o departamento de futebol para que o dia a dia fique melhor. Você tem que entrar em campo, ter rendimento, então, não é fácil. Não está fácil com a rotina que estamos tendo. É hora do botafoguense ver que estamos precisando de ajuda. Então, peço, diante dos microfones, que nos ajude”, Vagner Mancini (Botafogo).

“O que aconteceu na noite de quarta-feira foi uma exceção, não tomamos quatro gols, é difícil tomar três, mas aconteceu na quarta. Temos um grupo sério, que trabalha de forma correta, corremos muito. Quando o trabalho é sério, se tem a força necessária para fazer um jogo do nivel que fizemos mesmo depois de um resultado como aquele. Apagamos a exceção que foi a noite de quarta-feira. Eu tenho muito orgulho de dirigir esses jogadores”, Mano Menezes (Corinthians).

“Quando fala em justiça no futebol, é quando faz o gol e vence o jogo. Foi um resultado justo, a produção maior, as chances de gols foram todas do Cruzeiro. Achei que foi um dos grandes jogos nosso fora de casa, com jogadas pelas laterais, pelo meio, marcando. A gente fez uma grande mobilização para este jogo, todo jogo é importante e decisivo, mas a gente precisava voltar a vencer”, Marcelo Oliveira (Cruzeiro).

“Estávamos bem no jogo, de repente com a vantagem começamos a negociar o resultado e afrouxamos a marcação. Trouxemos o Atlético-PR e é complicado. Mereceu o resultado. Fiz três substituições para ver se dava um equilíbrio, mas tecnicamente não fomos bem. Estamos ainda perto da zona da confusão. Tem ainda os jogos de Botafogo e Vitória, mas esse resultado (derrota para o Atlético-PR) poderia acontecer. Nós, tecnicamente, deixamos a desejar, mas o importante é que o time lutou, tentou buscar. Poderíamos estar melhor no Brasileiro. Houve o crescimento da equipe, mas não conseguimos o resultado”, Vanderlei Luxemburgo (Flamengo).

“Voltamos a ser aquela equipe com alma, que joga com intensidade, parte para o ataque e busca a vitória. Não estávamos jogando assim. Era disso que precisávamos. O desejo agora é que possamos manter esse espírito vencedor. O momento era delicado por tudo, pela nossa situação na tabela. Agora vamos estar sempre olhando para cima. Este tem que ser o nosso pensamento. E com um comportamento como esse contra o Criciúma, vamos brigar por essa vaga”, Cristovão Borges (Fluminense).

“O problema é que quando se joga com 38 graus, grama fofa como é, temos dificuldades a mais. Os jogadores não corresponderam totalmente, mas as equipes jogaram dentro do que têm condições . Nenhuma das equipes teve chances vivas que pudesse lamentar que um gol foi perdido. Foi um jogo muito equilibrado. Sempre tem uma coisa ou outra que pode atrapalhar a vitória de A ou B”, Felipão (Grêmio).

“O árbitro é o primeiro aspirante da Fifa. Não estou criticando, mas dar quatro minutos de acréscimos apenas é lamentável. Toda falta ou tiro de meta eles ganharam tempo. Foi lamentável, tinha que dar ao menos 7 ou 8. Dar cartão nos minutos finais… Não dá para explicar. Não dar pênalti, se não quer dar, tudo bem. Mas deu simulação e cartão amarelo. É impossível assim”, Abel Braga (Inter).

“É uma situação difícil, ainda que eu reconheça o valor da equipe do Santos, mas tínhamos uma atuação equilibrada até o segundo gol. Em cinco minutos, foram jogadas muito parecidas, uma delas em bola parada. É difícil explicar, porque o Palmeiras estava evoluindo, em uma crescente. Infelizmente saímos com um gosto amargo. A confiança vinha sendo demonstrada em campo. Temos que reconhecer que erramos, mas isto não quebra o que estávamos buscando ao longo da competição. Se analisarmos friamente, tivemos uma partida nota 6, 7. Não foi brilhante. O 3 a 0 é penoso, mas acho que o Palmeiras também fez uma boa partida”, Dorival Júnior (Palmeiras).

“Tivemos condição de fazer um placar maior porque tivemos chances claríssimas. Nós começamos melhor o jogo, com boas situações, aí o Palmeiras equilibrou, mas a gente fez os dois gols. É claro que um time que faz dois gols não precisa se expôr, ainda mais tendo jogado na quinta-feira (contra o Botafogo). Não vejo que o placar poderia ser diferente, ainda mais depois do que produzimos”, Enderson Moreira (Santos).

“Tudo pode acontecer, você sabe que os times oscilam, mas sempre falamos que o Cruzeiro erra pouco, melhor preparado de todos os brasileiros, vem a dois anos só com peças importantes, pontuais, esse é o segredo do time campeão, como o nosso agora, pro ano que vem vai ta melhor, diferente de quando começou o ano, porque trocamos muita gente, mas tudo é possível, tem resultado que aparece, temos de fazer nossa parte, sem olhar pra lá”, Muricy Ramalho (São Paulo).

19
DE outubro
DE 2014

Corinthians ‘Robin Hood’ e Palmeiras vacilão nesta rodada

postado por Marcondes Brito em Futebol

19
DE outubro
DE 2014
51

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Corinthians e Palmeiras tiveram comportamentos diametralmente opostos neste domingo. O Corinthians foi extremamente eficiente no aproveitamento das oportunidades no jogo com o Inter, ao contrário do Palmeiras, que dominou o Santos, mas caiu no Pacaembu.
Com grande atuação de Lucas Lima e dois gols do garoto Gabriel, a equipe santista venceu por 3 a 1 e encerrou a série de três vitórias seguidas dos palmeirenses no Brasileirão.
O Santos vinha de derrota para o Criciúma pelo Brasileirão, mas se animou depois de fazer 5 a 0 no Botafogo, quinta, também, pela Copa do Brasil. Com 45 pontos, volta a sonhar com o G4 – na sétima colocação, está só cinco pontos atrás do Atlético-MG, o primeiro na zona de classificação à Libertadores.54d95dab70def57f3ace0c3693fa21c5
ROBIN HOOD VOLTA A ATACAR
Já o Corinthians, depois de uma eliminação traumática (1×4 Atlético), nada melhor do que uma grande vitória fora de casa. O time paulista se recuperou em grande estilo, bateu o Inter (2×1) gols de Guerrero e Gil.
O resultado deixa o Timão bem próximo do G-4. Roubou a 5ª posição do Grêmio e foi 49 pontos. Já o Inter perdeu a chance de encostar no líder Cruzeiro e caiu para o 3° lugar, com os mesmos 50 pontos do Atlético, e dois atrás do São Paulo, agora vice-líder.
Se não tivesse dado aquele vacilo de perder para o “cachorro morto” do Botafogo, o Corinthians agora estaria dividindo a segunda posição com o São Paulo. Mas Robin Hood, você sabe, é assim mesmo. Rouba dos grandes e entrega para os pequenos. Se brincar é capaz de perder para o Vitória na próxima quarta-feira.

18
DE outubro
DE 2014

A mais que perfeita conexão Messi/Neymar. Veja os gols

postado por Marcondes Brito em Futebol

18
DE outubro
DE 2014
21

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

5f8d551a2bc118dbb24bf421e7b53558
Na vitória do Barcelona sobre o Eibar (3×0), neste sábado, repetiu-se a perfeita conexão Messi/Neymar. O brasileiro, que completou a 50a partida com a camisa do Barça, fez um gol e deu assistência para o argentino marcar. O Barcelona joga em casa na próxima terça-feira, pela Liga dos Campeões, com o Ajax. Depois, no sábado, enfrenta o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol, no Camp Nou

18
DE outubro
DE 2014

Tardelli, o 9 da seleção, ganha muito menos que Pato, Sheik e Damião

postado por Marcondes Brito em Futebol

18
DE outubro
DE 2014
38

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

51a2864fad698f40a7b6c031eb9df114
Diego Tardelli ganhou a confiança do técnico Dunga e deve permanecer como o camisa 9 da seleção brasileira. Mas ele ainda está longe de ter uma remuneração a altura dos “grandes” goleadores brasileiros.
A coluna Painel FC, da Folha, informa hoje que “Tardelli tem salário bem inferior ao de Emerson Sheik e Leandro Damião, considerados micos em seus clubes. O atacante do Atlético-MG recebe R$ 350 mil mensais aproximadamente e tem o maior salário do clube. Enquanto isso, o Corinthians paga R$ 520 mil a Emerson mesmo não o utilizando, e o Santos, R$ 550 mil a Leandro Damião”.
Isso significa ainda menos da metade do salário de Alexandre Pato, atacante que recebe E$ 800 mil por mês, 50% dos quais bancados pelo Corinthians, que é dono do seu passe.

17
DE outubro
DE 2014

Esquenta a ‘frigideira’ que pode derrubar Mano Menezes do Corinthians

postado por Marcondes Brito em Futebol

17
DE outubro
DE 2014
22

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

c7c57c0ca55717f89cc992de66f98694539d029896dce00c066fa10dca5c4b88
Por mais que a diretoria do Corinthians finja naturalidade, é evidente que Mano Menezes está sendo ‘fritado’. Basta ver nas manchetes dos jornais de hoje. Ninguém fala do próximo jogo contra o Inter, ninguém quer saber de outra coisa, senão da situação do técnico.
Outro dia eu vi uma entrevista do presidente Mário Gobbi no SporTV. Foi naquele mesmo dia em que ele bateu boca com o apresentador Wagner Vilaron. Lá pelas tantas, perguntaram pra ele sobre a permanência de Mano Menezes depois da eleição:
“Mano é um técnico excepcional. Acontece que ele foi contratado para fazer uma reformulação no time e isso não acontece rapidamente. As pessoas que vivem pedindo a cabeça dele não podem esquecer que eu segurei Tite várias vezes depois da derrota na Pré-Libertadores. Vamos dar o tempo que Mano Menezes precisa e o presidente que for assumir o meu lugar vai receber um time formado, capaz de ganhar qualquer coisa, como ganhamos com Tite”, disse.
Mas, nessa mesma entrevista, pude perceber uma certa ironia do presidente com o antecessor de Mano Menezes. Para mim, ficou claro que Tite queria permanecer, mas ele estava fora dos planos de Mário Gobbi. Olha o que ele falou sobre a saída de Paulinho:
“Poucos sabem que Paulinho foi liberado pela comissão técnica (ele não citava o nome de Tite, mas era óbvio que se referia a ele). Disseram pra mim: pode vender que o Guilherme da Portuguesa ocupará bem a sua vaga”.
E sobre o zagueiro Marquinhos, que virou um dos jogadores mais cobiçados do futebol europeu:
“Marquinhos era uma jóia desde as escolinhas Eu adorava o Marquinhos. Mas um dia eu estava na minha sala, na rua São Jorge 777, quando a comissão técnica (entendeu quem é a ‘comissão técnica’, né?) entrou e me disse: ‘esse menino é muito franzino, muito magrinho. Não vou aproveitá-lo’. Por coincidência apareceu a proposta da Roma para levá-lo. Eu ainda fiquei em dúvida, mas como ele estava condenado a não jogar, fui praticamente obrigado a vende-lo”.
Então é isto. Quem eventualmente sente saudades de Tite, é bom saber que ele dificilmente voltará com Mário Gobbi. E, a propósito, veja no quadro que extrai da Folha de S.Paulo, comparando os números de Mano Menezes com os de Tite em 2013, quando já estava em declinio.5634b9272bda5f179c206bbc389b15ad

16
DE outubro
DE 2014

O Santos ensina ao Corinthians como é que se bate em “cachorro morto”

postado por Marcondes Brito em Futebol

16
DE outubro
DE 2014
26

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

0a1811ce47e87b61811a51f2e093df2d
O Santos acaba de triturar o Botafogo no Pacaembu e, sem querer, manda um recado e dá uma lição ao Corinthians. Com o seu time de garotos, mostrou a Mano Menezes como é que se bate em “cachorro morto”.
Os botafoguenses me perdoem pela comparação. Ela não é pejorativa porque o mascote-símbolo do Botafogo é um cachorro. E se ele não está morto, certamente está muito perto de morrer.
Pois esse Botafogo combalido, desfalcado, sem salário (segundo Emerson Sheik, até “passando fome”), jogou semana passada e ganhou do Corinthians pelo Brasileirão.
Mário Gobbi deve ser muito amigo de Mano Menezes para achar que está tudo bem com o time dele…

16
DE outubro
DE 2014

Bielsa, ‘El Loco’, faz doação ao Newell’s. E aqui no Brasil, tem alguém tão generoso?

postado por Marcondes Brito em Futebol

16
DE outubro
DE 2014
8

Comentários

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

O nome dele é Marcelo Bielsa, conhecido também como “El Loco”. Já dirigiu as seleções do da Argentina e do Chile e hoje comanda o Olympique de Marselha. Esta semana ganhou destaque no jornal ‘Clarin’ por um gesto absolutamente incomum e inusitado no mundo do futebol. Bielsa fez uma doação generosa ao Newell’s Old Boys, o clube onde começou como atleta e como técnico, no valor de US$ 2 milhões de dólares (cerca de R$ 4,8 milhões).
O dinheiro vai ser investido na construção de um hotel de primeira linha para o elenco profissional do time de Rosário, com inauguração prevista para setembro de 2015. Será um prédio de quatro andares, com capacidade para abrigar 36 atletas, além de restaurante, estacionamento, jardim para churrasco, auditório, sala de vídeos, salão de jogos e espaço para campos de treino.
A relação entre Bielsa e Newell’s Old Boys é antiga. Para que se tenha uma idéia, o estádio doe clube tem o nome dele. Atualmente, o Newell’s ocupa a sétima colocação do Campeonato Argentino – oito pontos atrás do líder River Plate.02ddd7d6cddc73032847275872eb1f40
E SE ESSA MODA PEGAR?
Dificil, quase impossível, imaginar uma atitude tão generosa de um profissional do futebol brasileiro. Muricy Ramalho, por exemplo, é um dos poucos casos de alguém que começou como atleta e como técnico no mesmo clube, o São Paulo.
Felipão começou sua carreira de treinador no CSA de Alagoas, Luxemburgo no Campo Grande, Mano Menezes no Guarani de Venancio Aires-RS, Abel Braga no Goytacaz.
Todos hoje estão milionários. Pergunta se algum deles estaria disposto a fazer alguma doação…
É ruim, hein?

Criação de Sites e Comunicação Digital: Agência Qualitare