Blog do Follador – O Cara da Previdência

jun/10

9

Poupança X Previdência Privada

A Laura me pergunta o que é melhor: aplicar na poupança ou numa previdência privada.
Minha resposta: depende da liquidez desejada, ou seja, ela tem que pensar se pode precisar desse dinheiro no curto prazo.
Agora, se o dinheiro não for necessário no curto prazo ou numa emergência, não há dúvida: previdência privada é muito melhor, porque rende muito mais.
A remuneração de uma conta na poupança é de TR mais 6% ao ano. Já numa previdência privada depende da rentabilidade dos investimentos.
É, na poupança há garantia de rendimento e na previdência privada não.
Mas vamos ver um exemplo: em 2009, o rendimento da poupança, representado por TR mais 6%, deu 6,92% e a rentabilidade da previdência privada do Fundo Paraná foi de 24%.
Com as mesmas rentabilidades, se alguém aplicasse R$ 5.000,00, em dez anos, na poupança teria cerca de R$ 9.700,00 e no Fundo Paraná R$ 43.000,00.
Resumo: não adianta ter garantia de rendimento se ele é baixo. Previdência Privada rende mais, não paga imposto e é segura como a Poupança.

Nenhuma tag

14 comentários

  • Sostenes Costa · 24 de junho de 2010 às 10:43

    Ola renato,

    em seu ultimo paragrafo voce disse q previdencia privada nao paga imposto. pelo que sei paga.

    voce se referia a alguma detalhe que desconheco?

    tenho interesse nesses detalhes pois estou para fazer uma previdencia para meu filho de 4 anos.

    Obrigado e um abraco

  • Eduardo · 24 de junho de 2010 às 22:32

    Boa Noite
    Tenho Brasilprev(PGBL Junior):
    23.06.2009 R$ 7.673,52
    24.06.2010 R$ 8.153,49
    Rendimento Acumulado no Período R$ 479,98 (6,25%)
    Rendimento acumulado da Poupança no mesmo periodo:
    6,38%
    Isso sem levar em conta as taxas e o imposto de renda cobrados na previdência e que não existem na poupança.
    A conclusão fica para cada um.
    Abraço

  • domingos pereira · 2 de abril de 2011 às 18:25

    No teu caso eduardo – BrasilPrev Jr PGBL-, os valores pagos podem ser deduzidos da base de calculo do IR. Ai vc tem economia fiscal.
    No BrasilPREV JR se o contribuiente vier a falecer, a BrasilPRev deposita o vlr da contribuiçao mensal até o Jr completar 21 anos.

  • Heloi Santos · 30 de julho de 2011 às 19:03

    Eduardo,
    Você tem que entender que previdência privada é para o futuro não adianta querer aplicar hoje para ter retorno no ano que vem.

  • Douglas Lellis · 13 de fevereiro de 2012 às 11:27

    Heloi,

    O que importa é o resultado, é o Dinheiro.
    Porque vc vai deixar a grana em uma previdencia privada que rende menos que uma Poupança, sendo que na Poupança, voce pode retirar a quantia em qualquer periodo, sem burocracia e sem multa.

    Eu tenho uma grana apliada na poupança.
    Eu quero muito fazer uma Previdencia privada, porem na minha humilde e tola opinião, se na Previdencia privada não render mais a longo prazo que a poupança eu deixo meu dinheiro na poupança mesmo.

    Já pesquisei em muitos lugares na internet, li varios forum más ninguem me da uma luz.
    Afinal, Poupança ou Previdencia Pr. ? (Longo prazo)

    mesmo com essas taxas na Previdencia, vale a pena ?

    Obrigado.

  • Tony · 19 de abril de 2012 às 15:30

    Segundo mostra

    … Mauro Calil(Educador Financeiro)que em dez anos, R$ 12 mil aplicados em um fundo de previdência privada que rende 12% ao ano, considerando as taxas decarregamento de 2,5% e de administração de 2,5% desde o início do investimento, com regime regressivo do IR no resgate, terá um valor líquido de R$ 22.669,23.

    Se o investidor colocar o mesmo valor inicial de R$ 12 mil na poupança ou no fundo de renda fixa, com a mesma taxa de administração de 2,5% e rendimento bruto de 12%, o desconto de 15% do IR recairá sobre o rendimento. Descontada a inflação do período, ele terá ao final do prazo o equivalente a R$ 23.758.

    Retirado do site http://www.fbv.br/novo/noticia.php?noticia=MzAx

  • Maria Lucia · 30 de julho de 2012 às 21:07

    Olá Renato!
    Tenho uma previdência, e venceu o prazo para aposentadoria, posso deixar o dinheiro sem resgatar?
    Vai continuar rendendo?
    Obrigado!
    Lucia

  • Sheila · 14 de agosto de 2012 às 14:28

    Olá, fiz há 3 meses um plano de previdência privada (PreviJovem Bradesco 30/70), ou seja, 30% será aplicado na bolsa, e descontam R$ 100,00 por mês, e fiz um aporte de R$ 300,00, não entendo, e gostaria de saber quando começa a cair os rendimentos, e também sobre uma taxa descontada em cada parcela de 3,5%, e se devo sempre fazer aportes?
    Muito obrigada, e fico no aguardo de seus comentários.

  • Daniel dos Santos Carril · 21 de agosto de 2012 às 2:49

    Olá Renato.
    Gostei muito do artigo sobre previdencia x poupança. Mas ainda tenho uma dúvida. Abri uma previdencia há dois anos e minha contribuição é baixa (R$50,00) especificamente. Percebi no extrato da previdencia que cada mês é descontado 2,50 de tarifa. Levando em conta que minha contribuição é baixa, vc acha que vale a pena manter na previdência ou deveria migrar para a pouçança??

    Aguardo ansiosamente seu conselho e muito obrigado pela atenção e seu tempo.

  • Liliane · 1 de novembro de 2012 às 9:07

    Bom dia!!!
    Tenho dois netos um com 3 anos e outro com 4. Gostaria de saber qual a melhor aplicação para quando entrarem na universidade? e quanto seria o minimo ideal para iniciar?

    Grata,

    Liliane

  • Renan Aguiar Viana da Silva · 6 de julho de 2013 às 20:42

    Recentemente comecei a contribuir mensalmente para o Plano VGBL Itaú. Já estou me preparando para alterar o valor, daqui à sete meses. Lembrando que, tratando-se de um banco e que eles, por sua vez, oferecem alternativas de contribuição de um determinado valor (exemplo: o valor inicial é cinquenta reais, depois você pode contribuir com o valor que quiser), deve-se fazer um cálculo antecipado, para que a partir do 13° mês, o próprio contribuinte faça a correção dos valores, revendo primeiramente, os primeiros doze meses de contribuição. E a Previdéncia Privada, com certeza, rende muito mais que a própria poupança, poupança que não chega a atingir 1% a.m.

  • Massaro · 9 de julho de 2013 às 9:58

    Tenho PGBL no bradesco, porque rendem muito pouco. A aplicação é renda fixa, bem menos que a poupança????

  • Bruno · 30 de março de 2015 às 16:14

    Me digam uma coisa…

    Comecei uma Bradesco Prev. Renda Vitalícia há um ano, no caso, em Janeiro de 2014.

    Pago R 250,00 por mês, lógico que já ocorreram reajustes de 5% no boleto para manter a renda final. Então este ano estou pagando +- R$265,00, não lembro. Programei de viver com R$ 2.000,00 por mês aos 60, 65 anos. Hoje tenho 28 anos.

    Quero saber o seguinte, vale a pena eu continuar pagando?
    Se não vale a pena, o que eu devo fazer? Se eu parar de contribuir, pagar, eu ainda mantenho esse valor guardado (como se fosse numa poupança)? Ou perco tudo?

    Pergunto porque sei que se resgatar esse dinheiro antes de 5 anos eu perco uma grana alta de multa, algo do tipo, que consta no contrato.

    Aguardo

  • Author comment by follador · 22 de abril de 2015 às 16:18

    Boa tarde Sr. Bruno!
    Se o interesse é no planejamento previdenciário a longo prazo, é importante continuar pagando, mas avaliando periodicamente a rentabilidade do seu plano de previdência; da mesma forma, sempre orientamos a diversificar os investimentos do projeto de vida previdenciário. Portanto, não desista e poupe ainda mais, que isto fará diferença aos 60 anos.

    Caso tenha interesse em mais informações, contate-nos via e-mail: atendimento@renatofollador.com.br
    Saudações, Renato Follador.

Responder

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me