Blog do Follador – O Cara da Previdência

fev/12

2

Como se calcula a aposentadoria

A Mariana de Floripa quer entender o cálculo da sua aposentadoria no INSS e saber se precisa de uma previdência privada.

Bom, primeiro vale lembrar que o chamado teto do INSS é hoje de R$ 3.916,20. Logo, quem imagina estar ganhando mais que isso, em valores de hoje, na hora de se aposentar, preste atenção.

A aposentadoria no INSS é calculada assim: pega-se os 80% melhores salários de contribuição de julho de 94, corrigidos pelo INPC até o mês da aposentadoria, e calcula-se a média. É, os 20% piores são descartados. E essa média é multiplicada pelo famigerado Fator Previdenciário. Ele leva em conta o tempo e o valor da contribuição e a idade e expectativa de sobrevida na hora da aposentadoria. Cumprido o mínimo exigido de 30 anos de contribuição a mulher e 35 o homem, quem se aposenta com pouco tempo de contribuição ou idade é penalizado e quem posterga a aposentadoria melhora o valor.

Um exemplo: um trabalhador com 35 anos de contribuição e 55 de idade que sempre recolheu sobre o teto. A média dos 80% melhores salários já dá menos que o teto, só R$ 3.477,68, e o fator será de 0,7152. Multiplicado um pelo outro, dá uma aposentadoria de R$ 2.487,20, 37% menor do que o valor sobre o qual ele contribui.

Daí a necessidade da previdência privada.

Nenhuma tag

4 comentários

  • Carlos · 3 de fevereiro de 2012 às 12:24

    Sr. Renato Follador,
    O teto do INSS é de R$ 3.916,20 e para quem sempre contribuiu pelo teto a média tem que ser
    os mesmos R$ 3.916,20 não R$ 3.477,68 como o Senhor escreveu. A não ser que tenham alterado o conceito de média. Até porque os valores de contribuição são atualizados.
    Ex: 10 + 10 + 10 + 10 + 10 = 50 que divididos por 5 é igual a 10.
    Então 3.916,20 x o nº de meses desde 1994 : pelo número de meses desde 1994 = 3.916,20
    O fator sendo 0,7152 o valor da aposentadoria será de 2.800,86 e não 2.487,20 como
    foi escrito pelo Senhor.
    Mesmo esta aposentadoria sendo de R$ 2.800,86 perde-se R$ 1.115,34 por mês o que é muito se levarmos em consideração o total contribuído e a Lei/contrato que rege a Previdência Social
    para os que já estão no Sistema.
    A previdência social é superavitária haja vista que o déficit está nas aposentadorias pagas a quem nunca contribuiu (os rurais) e essas aposentadorias teriam que sair dos Impostos e não do INSS. Veja o link abaixo.

    http://www.mpas.gov.br/arquivos/office/4_110131-150348-692.ppt

    Alguma previdência privada ou fundo de pensão pagaria aposentadoria a quem nunca contribuiu? Claro que não.

    Pediria que informasse como chegou a média de R$ 3.477,68 para quem contribuiu sempre pelo teto pois isso é interesse de todos que contribuem pelo teto.
    Desde já obrigado.

  • IVALDO · 15 de fevereiro de 2012 às 11:25

    Peço que me esclareça uma dúvida:
    Tenho que trabalhar com os sálarios de julho/94 pra cá correto? Digamos que o meu valor é X como fica a média com relação ao denominador? Exemplo: X sobre número de meses a partir de 07/94 ou, X sobre os nro de meses que correspondem aos 80% dos maiores salários aceitos?
    Bom no meu entendimento eu achava que iria trabalhar com os meus últimos 180 salários. Desses eu selecionaria 80% – os maiores salários! Me confirme se estou enganado por favor? Muito obrigado!

  • wilmar costa · 1 de novembro de 2012 às 8:06

    entrei com o pedido de aposentadoria, acharam que a media foi de 3.191,04 achei muito baixa, daqui a 20 dias vão enviar os papeis para mim, como saberei se está correto? depois do pedido de aposentadoria posso me arrepender e esperar uns mes para conferir junto ao escritorio competente? como tenho 51 anos passaram o valor de 1,930,57 que receberei. aguardo pela minha resposta, abraços a todos.

  • Celso Paulo · 24 de novembro de 2012 às 10:05

    Caro Renato,
    Paguei INSS até 94 25 anos aí interrompi.
    A partir de 2009 até a presente data paguei 25 meses como autônomo e pedi aposentadoria por idade.
    Recebi carta de concessão como segue:
    Média 80% maiores salários contrib.= 84.195,00 (corigido)
    divididos por 130 = 647,65 X 0,950= 622,00.
    Tenho declarado no imposto de renda de 2007 para cá mais R$-90.405,00 distribuido em 43 meses.
    Gostaria de saber se o meu raciocínio esta certo:
    Recolhido 84.195,00 a recolher 90.405,00 soma=174.600,00 menos descarte 20% menores salários 20.150,00, saldo base de cálculo= 154.450,00/130=1.265,00 X 0,950 = 1.201,00 (aposentadoria; sendo que esses 90.405,00 serão corrigidos podendo melhorar o valor final.
    Por favor se eu estiver errado me corrija.
    Um abraço, e antecipadamente agradeço pela atenção.
    Celso

Responder

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me