Campinas: vereador pede desculpas por frase preconceituosa

Depois de a Sociedade Israelita Beth Jacob ter protocolado ontem, em conjunto com o Grupo Identidade, uma representação no Ministério Público  pelo crime de prática de racismo, o vereador de Campinas Antonio Francisco dos Santos, o Politizador (PMN, enviou  carta à comunidade judaíca em que pede desculpas.

Na representação, as entidades alegam que a frase publicada pelo vereador no Twitter  é uma reprodução do discurso anti-semita utilizada desde o século 19, contra a comunidade judaíca.

Leia abaixo o documento assinado pelo parlamentar.

CARTA À COMUNIDADE JUDAICA

Na condição de vereador e representante da população junto à Câmara Municipal de Campinas, venho esclarecer :

Algumas palavras minhas em meu microblog (twitter.com/opolitizador) vem sendo deturpadas nestes últimos dias dando a entender que tenho preconceito em relação ao povo judaico. Infelizmente, tal como o ex-presidente Lula quando disse, em março de 2009, que a crise era “fomentada por pessoas brancas, loiras, de olhos azuis”, eu também fui mal interpretado em minhas palavras contra o sistema financeiro internacional.

Quando eu disse que não se vê Judeus plantando batatas e os associei à especulação, queria, assim como o ex-presidente, referir ao sistema financeiro internacional, onde o dólar (sem lastro no tesouro nacional dos EUA), circula pelo mundo exclusivamente com fins especulativos e cujos principais operadores é o sistema bancário, onde os judeus são predominantes.

Gostaria de ressaltar que a característica de especulação é inerente a este mercado e não ao Povo Israelita. Acho muito engraçado que hoje as principais pessoas que me atacam sejam exatamente as que protegeram o ex-presidente naquela ocasião: seus partidários políticos.

Também sei que, ao longo da história da humanidade, dado ao preconceito e consequente perseguição que sofreram, os judeus tiveram muitas vezes o direito a terra negado ou limitado. Por isso, adotaram o comércio como principal maneira de subsistência, obtendo sucesso através do trabalho e determinação.

Em minha história de politização sempre lutei contra qualquer tipo de preconceito, tendo eu mesmo muitas vezes sofrido com atitudes preconceituosas, motivo pelo qual tenho o maior respeito ao povo Judeu, que sem sombra de dúvida é o Povo que mais sofreu ao longo da história os efeitos nefastos da intolerância.

Assim sendo, declaro que a minha intenção objetivou unicamente a reflexão sobre a atual situação monetária internacional. Em momento algum quis denegrir ou ofender quem quer que seja. Se fui mal interpretado, deixo aqui as minhas desculpas à toda comunidade judaica, a qual sempre me solidarizei.

Campinas, 27 de janeiro de 2011

Antonio Francisco dos Santos
O Politizados do Brasil
Vereador – Campinas/SP


7 Comentários para “Campinas: vereador pede desculpas por frase preconceituosa”

  1. Marcelo Says:

    Mas é cara de pau mesmo esse sujeito.Colocar uma fala de Lula fora do contexto na qual a fala do vereador foi escrita vai uma diferença enorme.O cara escreve(não ele é claro) e para quem entende um pouquinho do nosso portugues,fica claro que não há uma retratação,apenas ums desculpa esfarrapada de quem está em uma sinuca de bico.Escreveu,não leu,não entendeu e não vai demorar vai aprontar mais uma.Campinas não merece isso,quem são os responsáveis por essa aberração política??

  2. José Roitberg - jornalista Says:

    Cara Rose e sr vereador. A emenda foi terrivelmente pior que o insensato soneto. Nesta carta lamentável o exmo vereador escreve que “… principais operadores é o sistema bancário, onde os judeus são predominantes…” E diz que não é antissemita. Em sua visão deturpada, imagina ele judeus controlando o sistema bancário mundial… Talvez o vereador queira fazer uma pesquisa sobre o sistema bancário no Brasil, em nosso Banco Central, Banco do Brasil, Caixa, Itaú, Unibanco etc e ver quantos judeus encontra controlando “o capital”. Talvez queira ver os bancos suiços, os alemães, os americanos. Quem sabe os Venezuelanos. Ou talvez os riquíssimos bancos árabes ou dos países islâmicos orientais. Quem sabe os da China, da Coréia, de Taiwan, do Japão, da Rússia. E depois fique aí com suas teorias de conspiração de que os judeus são os principais operadores do sistema bancário. Francamente! E além de batatas, meu caro vereador, os judeus plantam laranjas, maçãs, muitas bananas, cebolas, uvas, azeitonas, cogumelos, pimentões, alface, tomate, morangos, mangas, damascos, tâmaras, trigo, milho etc e flores, muitas flores.

  3. ojusticeiro Says:

    Infelizmente não cocnordaria em a Comunidade Israelita e o Grupo Identidade retir\rem a representação do Ministério Público contra este anti-semita, preconceituoso e uma pessoa totalmente desqualificada no sentido de analisar o que “escrevem em seu nome nos seus blogs na internet” e o “Nobre Vereador” nem se preocupa em analisar tais palavras, obervando onde os estragos poderão ocorrer. Devemos dar um basta nestes homofóbicos sociais, anti-semitas e principalmente racistas que depois de terem permitido alguém colocar em seu site palavras ou frases depreciadoras de nossa sociedade, se arrepende, talves com medo de perder o seu tão querido mandato, e agora vem tentando alterar o que foi colocado e entendido pelos que foram atingidos. Judeus sofreram, grupos alternativos sociais sofrem com a homofobia, negros sofrem por serem negros, e esse tal de “Politizador do Brasil” não somente apenas não sabe o que está fazendo na Câmara nem mesmo seus assessores que mal olham por onde seu vereador anda…. infelizmente os intressados que adentrararm ao Ministério Público devem levar até as útimas consequências a representção, apresentar em juízo e ainda representar junto à Corregedoria Geral da Casa Legislativa este Pobre de Espírito. Tradução do português para hebraico
    אנחנו לא יכולים להרשות את זה כדי להמשיך במנדט חבר המועצה שלו, הקהילה היהודית, נוכל לשים קץ ההיסטוריה הזאת של אנטישמיות …. אנחנו לא תיסוג בשום ייצוג, נתנו לנו את כל 02 הפרשות מן הבית במשך 18 שעות זה אלדרמן repudirar, עם הבגדים שלנו או כיפה שלנו. שלום.

  4. Samuel Lichenstein Says:

    Pelo que entendi, o vereador Tonhão da Rapadura está explicando que foi preconceituoso apenas com os judeus do mundo e não com os brasileiros, é isso ? Que beleza, antisemita e xenofóbico!

  5. O Justiceiro Says:

    Parece que o tonhão da rapadura não aprende mesmo…. até quando a camara dos veradores vai aguentar isso? Agora foi a vez dele pegar no pé dos negros.Vejam a ultima sessão. Até polícia foi chamada após a sessão.
    Ou Campinas e suas autoridades não tem olhos para enxergar a aberração da camara ou a aberração é mais esperta do que se pensa.

  6. Joe Says:

    O Vereador está sendo perseguido por dizer a verdade!!! É uma vergonha ele ser obrigado a pedir desculpas!

  7. Nicolau Says:

    Acho isso uma porcaria de ditadura judaica! Como sou anti inglês, anti americano ect. assim tenho o direito de ser e anti-semita!

Comentários

Spam protection by WP Captcha-Free